NOTA: Somente pedidos de € 200, - ou mais podem ser manipulados. Você tem alguma pergunta? Então por favor contact met ons op.

Termos e Condições

1. APLICABILIDADE

a) Essas condições se aplicam a todas as ofertas da HeadSupplies BV, doravante denominada vendedor, bem como a todos os contratos de compra e venda celebrados entre o vendedor e sua parte contratante, doravante denominada comprador.
b) Os desvios dessas condições somente se aplicam se isso tiver sido expressamente acordado pelo vendedor e pelo comprador e esses desvios também tiverem sido confirmados por escrito pelo vendedor ao comprador. c) Quaisquer condições gerais de compra do comprador são excluídas nestas condições, se explicitamente confirmadas por escrito.

2. OFERTAS

a) Todas as ofertas do vendedor, incluindo as listas de preços fornecidas pelo vendedor, não têm obrigação, a menos que contenham um prazo para aceitação.
b) As ofertas são baseadas nas informações fornecidas com o aplicativo e nos preços e salários aplicáveis ​​na data da oferta. Os preços indicados em uma oferta são exclusivos do IVA.
c) Se uma oferta não vinculativa do vendedor for aceita pelo comprador, o vendedor tem o direito de retirar a oferta dentro de cinco dias úteis após o recebimento da aceitação.
d) No caso de uma cotação composta, não há obrigação de entregar uma peça na parte correspondente do preço declarado para o todo.

3. ENTREGA

a) A data de entrega declarada ou acordada pelo vendedor é informativa, é aproximada e, portanto, nunca será considerada um prazo, a menos que expressamente acordado por escrito. Se a data de entrega especificada for excedida, o vendedor deverá estar inadimplente por carta registrada antes de estar inadimplente com o comprador.
b) Enquanto o vendedor não estiver inadimplente em relação ao comprador, ele não é obrigado a compensar os danos causados ​​ao cliente, que podem resultar de exceder a data de entrega indicada.
c) Salvo acordo em contrário, a entrega ocorre no armazém do vendedor.
d) O comprador é obrigado a receber as mercadorias a serem entregues quando forem disponibilizadas a ele sob o contrato ou quando forem entregues a ele. Se a outra parte se recusar a receber a entrega ou deixar de fornecer as informações ou instruções necessárias para a entrega, as mercadorias serão armazenadas por conta e risco do comprador. Nesse caso, o comprador deve todos os custos adicionais, incluindo em qualquer caso os custos de armazenamento.
e) O vendedor está autorizado a entregar as mercadorias a serem entregues em peças. Isso não se aplica se uma entrega parcial não tiver valor independente. Se as mercadorias forem entregues em peças, o vendedor está autorizado a faturar cada peça separadamente.
f) Se a entrega ocorrer usando embalagem de empréstimo, o comprador é obrigado a devolver essa embalagem de empréstimo, às suas próprias custas, vazia e sem danos ao vendedor dentro de 30 dias após o recebimento.
g) Os produtos cultivados são oferecidos apenas pelo vendedor para o cultivo de plantas cuja posse é permitida por lei. O comprador declara que não usará esses produtos para atividades ilegais ou comerciais de criação. Se o vendedor suspeitar que há alguma intenção de atividades ilegais de reprodução, ele se reserva o direito de recusar a compra do comprador.

4. PREÇO (ALTERAÇÕES)

a) Os preços acordados no momento da celebração do contrato baseiam-se nas informações conhecidas no momento da celebração e excluem o imposto sobre o volume de negócios.
b) Se, após a conclusão do contrato entre o vendedor e o comprador, surgirem circunstâncias com relação aos fatores de preço de custo que justificam uma alteração no preço acordado, o vendedor terá o direito de alterar o preço de acordo. Exceto se a alteração de preço for um aumento superior a 10%, o comprador não tem o direito de dissolver o contrato se o preço for alterado pelo vendedor.
c) Os fatores de preço de custo, em qualquer caso, incluem os preços de materiais, matérias-primas, embalagens, mercadorias a serem compradas de terceiros, impostos, taxas, taxas de frete, variações cambiais, prêmios de seguro e, além disso, se medidas governamentais forem promulgadas, os resultados são os seguintes: não pode ser considerado como risco comercial normal, o vendedor poderá cobrar sobretaxas nos preços de acordo.

5. AMOSTRAS, MODELOS E EXEMPLOS

a) Se um modelo, amostra ou exemplo tiver sido mostrado ou fornecido pelo vendedor, presume-se que ele tenha sido mostrado ou fornecido apenas a título indicativo: as qualidades dos produtos a serem entregues podem divergir da amostra, modelo ou exemplo, a menos que seja declarado explicitamente declarar que seria entregue de acordo com a amostra, modelo ou exemplo mostrado ou fornecido.

6. GARANTIA E REQUISITOS NECESSÁRIOS

a) O vendedor não dá nenhuma garantia sobre as mercadorias entregues e não assume qualquer responsabilidade com relação à aplicação das mercadorias entregues, mesmo que elas sejam baseadas em recomendações, conselhos ou informações fornecidas pelo vendedor ou por terceiros.
b) Todos os requisitos que o comprador deseja impor às mercadorias a serem entregues e que se desviem dos requisitos normais devem ser explicitamente relatados ao vendedor quando o contrato de compra for concluído.
c) Os produtos entregues não são e não têm nenhum efeito como medicamentos, na acepção da Lei de Fornecimento de Medicamentos ou de outras leis e regulamentos.

7. ALTERAÇÕES NOS BENS A FORNECER

a) O vendedor está autorizado a entregar mercadorias que se desviam das mercadorias descritas no contrato de compra, sem que o comprador tenha o direito de dissolver o contrato, se se tratar de alterações nas mercadorias a serem entregues, na embalagem ou na documentação que é necessária para cumprir com os regulamentos legais aplicáveis ​​ou se se tratar de pequenas alterações no caso que signifiquem uma melhoria.

8. FORÇA MAIOR

a) Em caso de força maior, o vendedor tem o direito de suspender a execução do contrato até que a circunstância que causa a força maior não ocorra mais.
b) Força maior significa qualquer causa estranha, bem como circunstância, que não deva estar razoavelmente em risco do vendedor. Atrasos ou inadimplência de fornecedores ou fornecedores, falta geral de matérias-primas e outros bens necessários à entrega, dificuldades de transporte, estagnação na importação das mercadorias a serem entregues, interrupções nos negócios, absenteísmo excessivo, greves e medidas e intervenções governamentais são expressamente consideradas como força maior.
c) Se o período de força maior durar mais de três meses e se for estabelecido que a força maior é de natureza permanente, o vendedor e o comprador podem fazer um acordo sobre a rescisão do contrato e as conseqüências associadas.
d) Se o vendedor já tiver cumprido parcialmente suas obrigações no início de força maior ou puder cumprir parcialmente suas obrigações, terá o direito de faturar a parte já entregue ou a entregar separadamente e o comprador será obrigado para pagar esta fatura como se fosse um contrato separado. No entanto, isso não se aplica se a peça já entregue ou a entrega não tiver valor independente.
e) O vendedor se reserva o direito de invocar força maior, mesmo que a circunstância que o causa ocorra após a execução do contrato deva ter sido (parcialmente) concluída pelo vendedor.

9. CONTROLE E PUBLICIDADE

a) O comprador é obrigado a verificar as mercadorias adquiridas na entrega, mas em qualquer caso dentro de 3 dias úteis após o recebimento, e a verificar se as mercadorias entregues correspondem ao que foi acordado.
b) Imprecisões, omissões e / ou defeitos em relação às mercadorias entregues, descobertas pelo comprador após o recebimento, devem ser imediatamente notificadas ao vendedor por carta registrada ou e-mail.
c) Defeitos invisíveis também devem ser relatados ao vendedor por escrito, por carta assinada ou por e-mail, dentro de 8 dias úteis após a descoberta, mas o mais tardar 30 dias após a entrega.
d) As reclamações que chegarem ao vendedor mais de 30 dias após o recebimento pelo comprador das mercadorias entregues não serão mais tratadas por ele e resultarão na perda da reclamação para o comprador.
e) Inspeções e reclamações oportunas não suspendem a obrigação do comprador de aceitar e pagar pelas mercadorias a serem entregues e / ou entregues. As mercadorias entregues só podem ser devolvidas após permissão prévia por escrito do vendedor.

10. RESERVA DE PROPRIEDADE

a) As mercadorias entregues pelo vendedor permanecem propriedade do vendedor até que o comprador cumpra todas as suas obrigações sob todos os contratos de compra celebrados com o vendedor, desde que essas obrigações digam respeito a consideração (s) em relação aos bens ou bens a serem entregues ou a serem entregues ele próprio e / ou quaisquer reclamações devido ao não cumprimento pelo comprador do (s) contrato (s) de compra.
b) As mercadorias entregues pelo vendedor, sujeitas à retenção do título nos termos do parágrafo anterior, somente poderão ser revendidas no contexto de operações comerciais normais. O comprador não está autorizado a comprometer os bens entregues ou a estabelecer qualquer outro direito sobre eles.
c) Se o comprador não cumprir suas obrigações ou se houver uma boa razão para não cumpri-lo, o vendedor terá o direito de remover ou remover as mercadorias entregues, sujeitas à retenção de título do comprador ou de terceiros que mantêm o item para o comprador. entendi. O comprador é obrigado a cooperar plenamente nisso, sob pena de multa de 10% do valor devido por ele por dia.
d) Se terceiros desejarem estabelecer ou reivindicar qualquer direito às mercadorias entregues sujeitas à retenção do título, o comprador é obrigado a informar o vendedor o mais rápido possível.
e) O comprador compromete-se, a pedido do vendedor:
- segurar e manter segurados os bens entregues sob retenção de propriedade contra danos causados ​​por incêndio, explosão e água e contra roubo e disponibilizar a apólice deste seguro para inspeção pelo vendedor;
- prometer todas as reclamações do comprador às seguradoras no que diz respeito aos bens entregues sob retenção de propriedade ao vendedor da maneira prescrita no Artigo 3: 239 BW;
- prometer as reivindicações que o comprador obtém contra seus clientes ao revender mercadorias entregues pelo vendedor sob retenção de propriedade do vendedor da maneira prescrita no Artigo 3: 239 BW;
marcar os produtos entregues sob retenção de propriedade como propriedade do vendedor;
de outras formas, cooperar com todas as medidas razoáveis ​​que o vendedor deseja adotar para proteger seus direitos de propriedade em relação aos bens entregues e que não prejudiquem injustificadamente o comprador no curso normal de seus negócios.

11. DIREITO DE ADVERTÊNCIA

a) O comprador é obrigado a informar imediata e completamente o vendedor assim que receber a suspeita ou aviso de que ele e / ou terceiros estão sofrendo danos e / ou qualquer desvantagem ou serão danos (adicionais) e / ou qualquer desvantagem experiência, causada pelas mercadorias entregues.
b) Além do seu próprio dever de cuidado para evitar ou limitar os danos, o comprador é obrigado a dar ao comprador a oportunidade completa de evitar danos iminentes e / ou qualquer desvantagem ou limitar danos e / ou qualquer desvantagem.
c) O comprador é obrigado a indenizar o vendedor por reclamações de terceiros em relação a danos causados ​​pelas mercadorias entregues.

12. RESPONSABILIDADE

a) O vendedor não é responsável perante o comprador por danos (diretos ou indiretos) e / ou qualquer desvantagem decorrente das mercadorias entregues pelo vendedor, exceto no caso em que esse dano tenha sido causado por intenção ou negligência grave por parte do vendedor.
b) Em nenhuma circunstância, no entanto, o vendedor é responsável por danos na forma de perda de rotatividade, perda de negociação e / ou outros danos conseqüentes.
c) Se, com a devida observância do disposto nos parágrafos anteriores deste artigo, parecer que o dano e / ou qualquer desvantagem surgida devam ser por conta do vendedor, a responsabilidade total do vendedor será limitada a esse valor. se, de acordo com padrões de razoabilidade e justiça, for proporcional ao preço acordado em relação às mercadorias entregues e, em nenhum caso, será superior ao preço acordado.
d) Se o vendedor for responsabilizado por terceiros por danos e / ou qualquer desvantagem pela qual não seja responsável nos termos do contrato com o comprador e / ou estes termos e condições, o comprador o indenizará totalmente e o vendedor reembolsar tudo o que tiver que pagar a esse terceiro.
e) O ônus da prova em relação a qualquer suposta responsabilidade do vendedor recai sobre o comprador, que ele aceita.

13. PAGAMENTO

a) O comprador compromete-se a pagar todas as contas recebidas do vendedor dentro de 7 dias ou o prazo de pagamento acordado, sem dedução e sem suspensão devido a suposta inadimplência, salvo acordo em contrário.

b) Em caso de inadimplência, liquidação, falência ou suspensão do pagamento do comprador, suas obrigações (de pagamento) serão imediatamente devidas e pagáveis. Além disso, as obrigações de (pagamento) do cliente se tornarão imediatamente devidas e pagáveis ​​no caso de o vendedor tomar conhecimento de circunstâncias que lhe dão boas razões para temer que o cliente não seja capaz de cumprir suas obrigações (de pagamento).
c) O pagamento deve ser feito em moeda holandesa por meio de transferência bancária ou transferência bancária para uma conta bancária especificada pelo vendedor. Em caso de pagamento à vista, o comprador deve garantir que um recibo seja emitido pelo vendedor.
d Se o prazo de pagamento estipulado em 7 dias for excedido, o comprador deverá juros ao vendedor, com um mínimo de 1% ao mês, desde a data de vencimento até o dia do pagamento do valor devido, sem a necessidade de qualquer aviso de inadimplência, onde os juros de parte do mês são calculados como um mês inteiro.
e) O comprador também deve custear extrajudicial a partir da data de vencimento, que equivale a 15% da quantia principal. No entanto, se o vendedor provar ter incorrido em custos mais altos, incluindo custos judiciais, que eram razoavelmente necessários, esses custos também deverão ser reembolsados ​​pelo comprador.
f) O comprador deve ao vendedor os custos judiciais incorridos por ele em todos os casos, desde que não sejam excessivamente altos, se o vendedor e o comprador conduzirem procedimentos legais em relação a um contrato ao qual esses termos e condições gerais se aplicam e uma decisão judicial tem força de caso julgado pela qual o comprador é completamente ou predominantemente vencido.
g) Os pagamentos efetuados pelo comprador sempre serão utilizados para liquidar todos os juros e custos devidos e, em seguida, as faturas pagáveis ​​que estiveram pendentes por mais tempo, mesmo se o comprador declarar que o pagamento está relacionado a uma fatura posterior.

14. GARANTIA

a) O vendedor tem o direito de, ou após a celebração do contrato, antes da (mais) execução, exigir do comprador certeza de que ele cumprirá suas obrigações (atuais e futuras) com o vendedor dentro de um prazo razoável.
b) O comprador é obrigado a fornecer segurança o tempo todo em caso de falência, suspensão de pagamento, encerramento ou liquidação da empresa ou porque o comprador perde o poder de alienar todo o seu patrimônio, total ou parcial, devido a apreensão ou outra coisa.

15. LEI DE SUSPENSÃO

a) No caso de o comprador não cumprir suas obrigações com o vendedor, este tem o direito, sem aviso de inadimplência, de suspender a execução do contrato de sua parte até que o cumprimento seja realizado por parte do comprador.
b) O vendedor também tem o direito de suspender a execução do contrato se as circunstâncias lhe derem conhecimento que lhe dêem boas razões para temer que o comprador não cumpra suas obrigações com o vendedor.

16. ENCERRAMENTO DO ACORDO

a No caso de o comprador ficar aquém do cumprimento do contrato, o vendedor tem o direito de efetuar a dissolução total ou parcial do contrato por meio de uma declaração escrita nesse sentido ou de uma decisão judicial.
b) Se o contrato for rescindido total ou parcialmente, o comprador é obrigado a reembolsar os juros contratuais positivos do vendedor.
c) O vendedor tem o direito legal de efetuar a dissolução total ou parcial do contrato com o comprador, nunca sendo obrigado a compensar o comprador por qualquer dano resultante disso.
d) Se surgirem circunstâncias em relação aos bens a serem entregues ou às pessoas e / ou material que o vendedor usa ou tende a usar na execução do contrato, que são de tal natureza que a execução do contrato o vendedor tem o direito de dissolver o contrato se se tornar impossível ou tão questionável e / ou desproporcionalmente caro que a conformidade com o contrato não possa mais ser razoavelmente necessária.

17. CONFIDENCIALIDADE

a) Sujeito às obrigações que a lei lhe impõe, o comprador não tem permissão para divulgar informações confidenciais sobre o vendedor e o relacionamento comercial entre o comprador e o vendedor a terceiros.

18. RECOMENDAÇÃO

a) O comprador não tem permissão para anunciar as mercadorias entregues de uma maneira que não esteja de acordo com os regulamentos legais, a natureza das mercadorias entregues ou a maneira pela qual o vendedor normalmente faz isso.
b Do mesmo modo, o comprador não está autorizado a conceder uma garantia a terceiros com relação à aplicação das mercadorias entregues, mesmo que elas sejam baseadas em recomendações, conselhos ou informações fornecidas pelo vendedor ou por terceiros.
c) Ao vender e promover as mercadorias entregues, o comprador pode usar o material de vendas fornecido pelo vendedor. No entanto, o material de vendas fornecido permanece propriedade do vendedor o tempo todo.
d) O vendedor reserva-se expressamente os direitos autorais do material de vendas fornecido. O comprador não tem permissão para fazer alterações ou no material de vendas.
e) Se o comprador desejar anunciar as mercadorias entregues por meio de material de vendas fabricado por ele ou por suas instruções, o comprador só poderá fazê-lo após aprovação por escrito do vendedor.

19. RESOLUÇÃO DE LITÍGIOS

a) Contrariamente às regras legais da jurisdição do tribunal civil, qualquer disputa entre o comprador e o vendedor, se o tribunal tiver jurisdição, será resolvida pelo tribunal de Roterdã. No entanto, o vendedor permanece autorizado a convocar o comprador para comparecer perante um tribunal que tenha jurisdição de acordo com a lei ou o tratado internacional aplicável.

20. LEI APLICÁVEL

a) A lei holandesa se aplica a todos os acordos entre o vendedor e o comprador.

21. MODIFICAÇÃO DAS CONDIÇÕES

a) O vendedor está autorizado a fazer alterações nessas condições. Essas alterações entram em vigor no momento anunciado da entrada em vigor. O vendedor enviará as condições alteradas ao comprador em tempo útil. Se nenhum horário de início tiver sido notificado, as alterações no comprador entrarão em vigor assim que a alteração tiver sido notificada.

Apenas adicionado à sua lista de desejos.
Apenas adicionado ao seu carrinho:

# Título #

#preço#
×